Mês do Imperador – Akira Kurosawa: Anatomia do Medo (1955)

i_live_in_fear

O maior trauma japônes do século 20 — a bomba atômica — ainda era ferida aberta quando Kurosawa filmou Anatomia do Medo, em 1955. Uma década não fora tempo suficiente para superar a destruição de Hiroshima e Nagasaki, ainda mais com a Guerra Fria e a corrida armamentista de Estados Unidos e União Soviética em pleno andamento. Em meio a um mundo em ebulição, a paranoia se transformou em legítima manifestação popular.

Continuar lendo

Anúncios

Mês do Imperador – Akira Kurosawa: Cão Danado (1949)

straydog

Em Cão Danado, de 1949, Kurosawa anteviu aspectos tão caros ao mundo atual: o embrutecimento da sociedade, a glamourização do crime e a banalização da violência sem sentido. Antes mesmo de se tornar conhecido mundialmente — o que aconteceria um ano depois, com Rashomon —, o cineasta já possuía um estilo de filmar completamente consolidado.

Continuar lendo

Mês do Imperador – Akira Kurosawa: Os Sete Samurais (1954)

sevensamurai

“Um filme bom de verdade deve oferecer diversão. Não há nada complicado nisso. Um filme realmente bom é interessante e fácil de entender”. Essa frase do próprio Kurosawa, dita em um dos inúmeros documentários sobre sua carreira, reflete bem suas ideias sobre o cinema: entreter, de forma direta e eficaz. Continuar lendo