O Mensageiro do Diabo (1955), de Charles Laughton

thenightofthehunter

Já que no último texto comentei sobre filmes que tratam a infância como ela realmente é – um período rico, complexo e difícil da vida -, decidi permanecer no tema ao lembrar de um clássico esquecido. O ator inglês Charles Laughton  já era consagrado quando, sem experiência alguma em direção, fez uma das mais sombrias fábulas infantis do cinema: O Mensageiro do Diabo.

Continuar lendo

William Friedkin: um marginal em Hollywood

friedkin

Após breve comentário sobre o regular Killer Joe, último filme de William Friedkin, no último post, nada mais correto do que analisar a fase áurea desse diretor essencial para o cinema dos anos 1970. Continuar lendo